Sindicato e a censura nos Blogs

Apenas uma dica.

Certa ocasião enviei um comentário em um Blog sindical.

Feri o âmago dos que se diziam impolutos no tocante a forma de atuar e ética.

E obviamente não publicaram. Só se publicava o elogio, o bonito na ocasião.

Então vai a dica.

Comentei novamente com o acréscimo de que deveria ser publicado caso contrário criaria um blog ou publicaria no blog da empresa com datas, horas e fatos do obstrução a minha ideia.

Pasmem!!! Foi publicado com a observação de que “tiveram problema com o blog e não puderam publicar antes”. Voce acreditaria na justificativa?

Enfim sob ameaça, mas foi.

Não citava nome ou baixaria, mas fatos e dados e questionamentos.

Façam isso. Ajuda na “Transpética”

Um abraço

Anúncios

Sindicato é confiável ou é apenas maquiagem

Pois então,

Estou acompanhando este ano novamente uma negociação.

O SIndicato ataca os Gastos excessivos dos diretores, salários, estruturais e indiretos.

Quando então enviei um comentário para que publicassem, em seu blog, sobre o salário dos diretores do Sindicato, sem nomes, somente salários. Pasmem?

– Enrolaram

– Estaria a disposição mas teria que ir lá buscar.

– Atacaram-me, enfim usaram de métodos e não publicaram.

– Estou como anônimo. Foi um direito por eles aceito e depois me atacam?

– Buscam mudar o foco da solicitação

O anonimato da maioria pode ser um temor que o sindicato esteja em afagos com a empresa e passe os nomes aos administradores das empresas. O que pelo jeito também não deve ser confiável a postura.

Então fica a pergunta: Qual o medo? Se eles publicam percentuais do direção da empresa aos quais representam os empregados?

Tranparência e ética Zero (Transpética),

Com podem cobrar o moral da empresa se a entidade sindical não demonstra maturidade? Simples, publicassem. Não adianta escrever que tudo está à disposição etc. Não foi o pedido.
Este sindicato que representa muito perde a confiança. MAqueia-se de valores que não transparesse, é do tipo aparecer bonito na frente de todos.

Políticos, mas na verdade oportulíticos

Há algo que precisa ser melhorado.

Lamento, Mas não confio em quem se diz representante e que complica algo para que possamos avaliar o custo benefício de quem nos representa.

Percebo que quem dificulta uma informação, deve algo. Estaria do lado de quem?

Bullying da empresa contra o empregado

Outra hora, um amigo meio revoltoso, comentou que umas regras da empresa era um assédio, um bullying.

Afinal:  Existe o Bullying Empresarial? Na qual o poder regrado fere o empregado constantemente. Aquela desculpa anual para que um excelente empregado não seja promovido, por não estar no grupo do chefe. O que abala moralmente o ser humano, que todo ano é explorado e não valorizado, e acaba saindo da empresa. Quem ganha o que e quem perde com a saída do empregado. Isso tem ocorrido e muito pelo que sei.

Não sei muito sobre o assunto, é coisa nova, tem que ter contumácia, temporalidade mas peguei na  Net, algo que me fez raciocinar:

Alguns sinais de que o profissional está sendo assediado seriam?:

—  Ter injustamente avaliações frequentes abaixo da média
—  Ser excluído da comunicação interna
—  Pedir e não obter retorno sobre as tarefas entregues
—  Ser transferido para salas isoladas da equipe (“ser colocado na geladeira”)
— Receber sempre respostas evazivas, ou nunca ser citado
— As ações da empresa levam o empregado ao descrédito, ao desânimo  constante
— Constante frases sobre demissão direcionada para a pessoa
— Constante pressão para prazos e resultados

— Muitos elogios mas nada de aumento

Personavenia diz

Persona venia poderia ser entendido como:(latim)

ex:
Persona: Pessoa, ser único
Permissa venia: Persona grata: Pessoa bem-vinda.
“permissão”, e é usada para pedir permissão, educadamente, para discordar do posicionamento de outra parte.
data venia: Com o devido respeito

********************************************************************************************

Blog destinado a compreensão entre empresa empregados e sindicatos.

********************************************************************************************

Hoje muitas vezes visto como um jogo, uma guerra de quem é o melhor em enganar quem?

É o sindicato? A Empresa? O Empregado que vota pensando em si e não no coletivo, na classe?

Ou é uma negociação séria?

Participe, vamos melhorar esta país tornando o assunto transparente, colocando aqui, a verdade, as armadilhas. Filosofar. OS golpes, as manhas. Enfim a condução de uma boiada por dirigentes de ambos os lados nem sempre com o foco no interesse do trabalhador e sim nos lucros ou a si.

Espero contribuições, estamos no início. Retomando.